sexta-feira, 1 de julho de 2016

Filmes | Estréia da Semana | Porta dos Fundos: Contrato Vitalício


Contrato Vitalício é o primeiro filme do Porta dos Fundos, grupo que ficou muito famoso pelos seus vídeos de esquetes bem humoradas no Youtube. Com um elenco recheado de estrelas, o filme teve total liberdade de ser feito do jeitinho que o grupo planejou. Claro, houveram algumas mudanças de acordo com algumas opiniões devidamente pautadas e respeitadas pelos roteiristas do filme (Fábio Porchat além de atuar também escreveu o texto junto com Gabriel Esteves). Mas assim como em suas famosas e polêmicas esquetes, o filme do Porta dos Fundos é um filme de humor escrachado que não cabe censura por conta de determinados assuntos.


Fábio Porchat interpreta Rodrigo, o protagonista deste filme. Ele é um ator que ao lado do amigo e diretor Miguel (Gregório Duduvier) recebe um grande prêmio do júri de um badalado festival internacional. Eles bebem demais e fazem um contrato vitalício em que obriga os dois a trabalharem juntos num próximo filme. Miguel desaparece após uma bela cagada e volta dez anos depois com uma idéia maluca para um filme maluco que com certeza, tem tudo pra acabar de vez com a carreira bem sucedida de Rodrigo.

Porchat defende seu personagem explicando que ele é um ator que em determinado momento, analisa seu comportamento nos anos de trabalho e se pega pensando no porquê de ter topado certas situações para se dar bem na profissão. Ele é o tipo do cara que tem a vida inteira orquestrada por outras pessoas para combinar com a imagem que passa para o público.


Tortoro faz um fã deslumbrado do personagem de Porchat. A vida dele gira em torno de Rodrigo. É aquele tipo amigão que quer sempre tá do seu lado, fazer tudo com você, tá ligado? É quase que um amor platônico!

Tem também Rafael Portugal (o mais novo da trupe PdF) que é um cara que entra no filme como um ator estreante que vê ali naquela situação criada (fazer o tal filme non sense), a maior das maiores oportunidades dadas à ele. Sendo assim, tá disposto a dar o melhor de si, mesmo que pra isso tem que encarar uma preparadora de elenco grelo duro (Julia Rabelo)  que  o coloca nas piores situações possíveis como, por exemplo, fazer dele o seu cachorrinho nos bastidores, submetendo-o a andar de quatro, encoleirado e até comer comida do chão. Não é brinquedo não!

Porta dos Fundos – Contrato Vitalício tem tudo para ser um grande sucesso das bilheterias nacionais pois aposta no humor autêntico, cagando pro que os haters e o Feliciano vão dizer sobre ele.

Trailer:




Nenhum comentário:

Postar um comentário